Artigo

Homeopatia e Gravidez

domingo, 22 de janeiro de 2017 / Dr Marcus Cavalheiro

Voltar à lista de artigos

1) A homeopatia é uma alternativa medicamentosa mais saudável na gestação, pois utiliza nos seus medicamentos substâncias extremamente diluídas e portanto, não há preocupação de agressão fetal por doses quimicas elevadas que pode  ocasionalmente ocorrer com os medicamentos alopáticos.

2) O tratamento homeopático pode ser iniciado tanto antes como no início da gestação. Para a escolha do medicamento são analizados os sintomas da paciente, sua constituição, temperamento e maneira de reagir dentro do contexto da sua gestação.

3) É possível conciliar homeopatia e alopatia na maioria das vezes. Apenas alguns medicamentos alopáticos podem inibir a ação do medicamento homeopático  porém não existe incompatibilidade, pois, como dissemos, o medicamento homeopático diluído não provoca uma reação química incompatível com os medicamentos alopáticos.

4) Mesmo os medicamentos homeopáticos não devem ser tomados sem prescrição médica, principalmente na gravidez, pois apesar do medicamento homeopático não ter uma ação química, ele desencadeia uma reação no organismo da paciente no caminho da cura e, algumas vezes, estas reações podem ser incômodas, devendo sempre ser acompanhadas pelo médico, de preferência um Obstetra - Homeopata.

5) Ocasionalmente pode ocorrer uma piora transitória dos sintomas ao se iniciar o tratamento homeopático, mas isto não é frequente. Quando utilizamos um medicamento homeopático de ação mais profunda no organismo pode até ocorrer o retorno transitório de um sintoma antigo no caminho da cura

6) A Homeopatia pode ajudar no Pós-parto de várias maneiras. Desde a melhora da prostração e cansaço, decorrentes do parto e amamentação, assim como acelerando a cicatrização dos tecidos comprometidos no parto vaginal ou cesariana.

7) Pode ainda prestar valioso auxílio na amamentação, nas fissuras dos mamilos, no engurgitamento mamário e nas mastites.

8) Lembro ainda a utilidade da homeopatia na depressão leve e moderada pós parto, muito comum em nosso meio e que constrange muito as pacientes, dificultando o relacionamento familiar e com o recém nascido.

9) A Homeopatia é uma excelente Medicina Psicossomática. Os sintomas psíquicos como ansiedade, depressão, medos, fobias e outros devemser abordados em uma consulta homeopática que analisa o indivíduo como um todo, com seu sintomas psíquicos, gerais e localizados, todos eles modalizados (detalhados) e individualizados. Desta forma escolhemos o medicamento para aquela pessoa com sua específica doença, entendendo sua forma peculiar de reagir àquela doença e ao mundo que a cerca. 

10) Além do preço de um vidro de medicamento homeopático, seja glóbulos ou líquido, ser mais baixo do que os medicamentos convencionais, o medicamento homeopático dura muito mais tempo, o que torna ainda mais barato o tratamento.

11) O que é a doença ? É o resultado do encontro do Agente Agressor com a Susceptibilidade da Pessoa, sua vulnerabilidade.   A Homeopatia pode prevenir doenças diminuindo a susceptibilidade individual através da melhora da resposta imunológica.

12) Pode ocorrer "overdose" do remédio homeopático ? Não, porque pela sua natureza diluída e dinamizada os glóbulos ou gotas promovem um estímulo na energia vital do organismo no momento da tomada do medicamento. Por isso, o maior número glóbulos ou gotas não causa  uma sobrecarga química e seu estímulo energético é relacionado à potência do medicamento (= dose em homeopatia) e não à quantidade tomada.

Agradeço sua atenção e coloco-me à disposição para maiores dúvidas.

 

      

      

Voltar à lista de artigos

Comentários (1)

Patrícia Figueiredo

segunda-feira, 2 de abril de 2018 at 19:00:35

Pretendo passar no homeopata para me ajudar no pós parto;pretendo fazer cesariana,estou com 32 semanas de gestação.Quando devo começar a passar?
Obrigada

Escreva seu comentário

Campos marcados com * são obrigatórios.